logo image

Liderança: sua equipe sabe trabalhar com excelência?

Falta de um líder. Mas o que é liderança?

Liderança é a capacidade de conduzir um grupo de indivíduos ao sucesso de forma conjunta e uniforme. Assim, os transforma em uma equipe que gera resultados. As habilidades necessárias consistem em motivar e influenciar, de forma ética e positiva. Dessa forma, contribui voluntariamente, e com entusiasmo, para que os objetivos da equipe e da organização sejam alcançados.

Quando a clínica não tem um pilar central com liderança ocorrem as falhas no processo assim como conflitos intermináveis entre funcionários e médicos. O impacto disso reflete, sem dúvida, no paciente e na falta de qualidade no atendimento. Destacamos quatro comportamentos de um
líder comprometido. Desse modo, auxilia a construir esse perfil no âmbito tão ímpar que é área médica:

Comunicar de maneira eficaz a estratégia do negócio à toda a organização. É importante todos os colaboradores estarem cientes das metas da clínica.

A comunicação é uma das habilidades de liderança mais importantes para qualquer gestor. Mais do que saber falar ou delegar tarefas, é preciso saber ouvir as reclamações, problemas e angústias de sua equipe. A fim de conquistar a confiança de cada um.

Implementar o feedback é uma saída eficaz para traçar os pontos positivos e negativos. Mas não é ouvir e falar de qualquer maneira.
Quando se trata de relações interpessoais é necessário ter tato, bem como aprender a lidar com as próprias falhas, por mais difícil que isso soe.

Fica muito claro que dar um retorno aos seus funcionários, bem como estar presente e sempre receptivo às opiniões deles, é um dos
itens que realmente podem fazer a diferença no bom andamento de sua clínica. Não só para cada um de seus colaboradores, mas também para a
corporação em geral, que passará a funcionar melhor.

Veja também:

Expressar otimismo sobre a clínica e o seu futuro, para que o colaborador possa enxergar oportunidades e se sentir parte do processo. Então, uma ideia para criar essa interação é fazer o planejamento com os colaboradores, fundando-se em quatro questões principais:

  • Onde estamos? “Primeiro precisamos saber onde nos encontramos para então saber aonde ir”;
  • Onde queremos estar? “Definir onde queremos estar assim como estabelecer metas e identificar a distância entre nossa situação atual e aquela pretendida”;
  • Como chegaremos lá? “Para chegar até o ponto pretendido, é preciso gastar recursos em atividade de RH”;
  • Quais foram os resultados? “Medir os resultados para avaliar o sucesso no alcance dos objetivos originais”.

Construir as habilidades de liderança de sua equipe. Capacite sua equipe para o domínio das atividades exercidas e que, desse modo, consigam trazer soluções de forma proativa, para ter excelência no processo. Seguem cinco dicas para incentivar seus funcionários a melhorar a qualificação:

  • Dê o exemplo: As pessoas respeitam muito mais o líder que mantém a coerência entre o discurso e a prática diária. Se você quer, de fato, sua equipe sempre em busca de melhorias, dê o exemplo. Aperfeiçoe-se constantemente e, principalmente, mostre o resultado de seu aprimoramento;
  • Replique o conhecimento: Use a expertise de seus colaboradores e incentive que eles ensinem e transmitam seus conhecimentos aos colegas. Muitas vezes, sem dúvida, os melhores treinamentos são dados por gente de dentro da empresa;
  • Reconheça o esforço: Sempre há pessoas mais dispostas a se capacitar, seja aprendendo por conta própria ou aproveitando mais as oportunidades de treinamento que recebem da empresa. Por isso, é muito importante reconhecer esse esforço extra propiciando mais chances às pessoas dedicadas;
  • Premie a inovação – Planos de Premiação e Incentivo: Há funcionários que usam a capacitação para trazer melhorias nos processos da empresa. Premie explicitamente, por meio de bônus em dinheiro, feedbacks em público ou treinamentos especiais a quem trouxer inovações;
  • Invista em treinamentos: Há treinamentos com ótimo custo-benefício disponíveis no mercado. Então, invista recursos nesses cursos e, se não puder treinar toda a equipe, faça um revezamento e envie um funcionário de cada vez.

Agir no interesse da comunicação como um todo. A pesquisa de clima é uma ferramenta eficaz onde os colaboradores indicam os pontos fracos e fortes e, a partir disso, podemos traçar um plano estratégico com medidas de liderança. Seguem cinco benefícios ao aplicar a PCO sua empresa irá obter:

  • Melhoria da percepção da imagem de sua clínica: Procura conhecer como o colaborador está vendo e qual seu sentimento com relação a organização;
  • Diminuição do índice de rotatividade: Possibilidade de demonstrar ao colaborador que a organização está preocupada com sua opinião e que serão gerados planos de ações, diminuindo o famoso “turnover”;
  • Otimização da comunicação com as lideranças nas ações gerenciais: Avaliar, por meio da pesquisa, o grau de satisfação do colaborador em relação às suas lideranças e como as lideranças estão comunicando com o colaborador (relacionamento, feedback, supervisão das competências, dentre outros);
  • Aumento de produtividade: Colaboradores que são ouvidos e estão motivados aumentam a sua produtividade;
  • Satisfação: Avaliar, de forma geral, qual é o grau de satisfação dos colaboradores em relação à empresa.

É IMPORTANTE reservar um intervalo semanal para conversar com a equipe e realinhar os processos. Através da comunicação conseguiremos obter grandes ideias para ocasionar excelentes resultados.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *